skip to Main Content

Servidores preparam protestos contra a Reforma da Previdência e lançamento da Campanha Salarial 2018

Confirmada reunião da ASSIBGE-SN com o Ministério do Planejamento para 21 de fevereiro - No dia 7/2/2018 houve reunião dos dois fóruns FONASEFE/FONACATE para avaliar a plenária ampliada e as atividades no Senado e na Câmara dos Deputados, como também para discutir e reavaliar o calendário, em razão das manobras do governo em pautar votação da reforma da previdência. Ficou acertado que devemos manter a mobilização nos aeroportos de todo o país, no período de 19 a 23/02. Da mesma forma ficou mantida a mobilização do dia 19 de fevereiro (data provável para votação do Projeto da Reforma da Previdência), com paralisações, atos e manifestações em todo país: . Em Brasília, das 6h às 10h, com atividades no aeroporto. Às 10h haverá reunião das entidades do funcionalismo na CONDSEF para preparação e afinação da pauta referente à Campanha Salarial (que será encaminha até amanhã para as entidades para verificação); . 15h - Lançamento da Campanha Salarial e protocolo da Pauta de Reivindicações no Ministério do Planejamento.  Logo após, participação no ato chamado pela CUT e trabalho de corpo-a-corpo na Câmara, dependendo da pauta dos Deputados. . Dia 20/2 - Reunião às 10h para discutir os encaminhamentos e o dia 28/02.…

Read More

Empregados da Funpresp fazem paralisação por mais transparência e melhor gestão

Nesta quinta-feira (01/02), o quadro efetivo da Funpresp-Exe está em paralisado reivindicando mais transparência e melhor gestão da entidade. O movimento teve início depois que uma empregada da Funpresp sofreu graves retaliações por sugerir a criação de uma ouvidoria interna no fundo. Entre outros pontos, os empregados reclamam da quantidade de comissionados, da desobediência do teto constitucional e da conduta antissindical da diretoria, que retirou funções dos empregados que representavam as pautas dos trabalhadores.  Fonte: Correio Braziliense, em 01/02/2018

Read More

Justiça determina condução coercitiva do presidente do BNDES

A decisão também determinou quebra de sigilos bancário e fiscal de Rabello de Castro entre 1 de janeiro de 2010 e 31 de agosto de 2017. Brasília – A Justiça Federal de Brasília determinou nesta quinta-feira a condução coercitiva e a quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, e ainda a prisão preventiva de um ex-presidente da BNY Mellon no Brasil, como parte da operação Pausure, ação conjunta da Polícia Federal e do Ministério Público Federal que investiga desvios bilionários do fundo de pensão dos Correios, o Postalis. Pré-candidato à Presidência da República pelo PSC, Rabello de Castro teve sua condução coercitiva determinada a fim de apurar sua participação como representante da SR Rating em investimentos feitos pelo fundo de pensão. Segundo decisão judicial, obtida pela Reuters, a investigação constatou que a SR Rating fez avaliaçõeseconômico-financeiras irreais e tecnicamente irregulares” em uma das operações. “(A SR Rating e outras) foram as empresas contratadas pelo Postalis para fazer a avaliação econômico-financeira de alguns dos empreendimentos, muito provavelmente para dar uma aparência de legalidade aos papéis comprados pelo fundo de pensão”, afirmou o juiz Vallisney de Sousa Oliveira, na…

Read More

Alerta para tentativa de golpe na Ação dos 3,17%

A ASSIBGE-SN alerta para a tentativa de golpe nos servidores do IBGE, beneficiários da Ação dos 3,17%. De acordo com denúncias que chegaram ao Sindicato, a ligação é feita por pessoa que se apresenta como advogado que estaria a serviço da ASSIBGE-SN, e pede para o beneficiário depositar um valor, a título de pagamento de custas processuais. Os contatos são feitos através de telefones celulares e a intenção é que o(a) beneficiário(a) realize depósito ou pagamento antecipado, em contrapartida de valores a receber. Reiteramos a necessidade dos ibgeanos ficarem atentos a telefonemas, cartas, e-mails ou qualquer outra forma de comunicação, pois são os mais variados tipos de golpes sendo aplicados, sempre com o intuito de extorquir dinheiro. Não forneça seus dados bancários, números de terceiros ou qualquer outra informação pessoal. Reafirmamos que toda e qualquer informação sobre as ações do Sindicato só ocorre por mecanismo formal de comunicação individual ao associado, por parte da ASSIBGE-SN ou do escritório de advocacia responsável pela ação. Esclarecemos que se algum beneficiário já tiver sido prejudicado por ação dos estelionatários ora citados, faça um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima da residência. Em caso de dúvidas, contatar o setor Jurídico da ASSIBGE-SN pelo…

Read More

Centrais realizarão Jornada Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência

Em reunião na manhã desta quarta-feira (31), as centrais sindicais (CSB, CTB, CUT, Força Sindical, Nova Central, UGT, Intersindical) aprovaram a realização de uma Jornada Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência. Na oportunidade, as centrais repudiaram a campanha enganosa do governo Michel Temer para aprovar a Reforma da Previdência e orientam para o próximo dia 19 de fevereiro um Dia Nacional de Luta. Com a palavra de ordem “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”, as centrais orientam suas bases a entrarem em estado de alerta e mobilização nacional imediata, com a realização de assembleias, plenárias regionais e estaduais, panfletagens, blitz nos aeroportos, pressão nas bases dos parlamentares e reforçar a pressão no Congresso Nacional. As centrais sindicais conclamam suas bases a reforçar o trabalho de comunicação e esclarecimento sobre os graves impactos da “reforma” na vida dos trabalhadores e trabalhadoras. A unidade, resistência e luta serão fundamentais para barrarmos mais esse retrocesso. Antonio Neto, presidente da CSB Adilson Araújo, presidente da CTB Vagner Freitas, presidente da CUT Paulo Pereira da Silva, presidente da Força Sindical José Calixto, presidente da Nova Central Ricardo Patah, presidente da UGT

Read More

Previdência: 95 anos reduzindo desigualdades e enfrentando os piratas sociais

A Previdência Social brasileira completou nesse dia 24 de janeiro 95 anos. São mais de nove décadas reduzindo as nossas profundas desigualdades sociais e redistribuindo renda no nosso país. Criada pelo Decreto Legislativo 4.682, de 24 de janeiro de 1.923, originário de um projeto de lei apresentado em outubro de 1921 pelo deputado federal Eloy Miranda Chaves, que propunha a criação da Caixa de Aposentadorias e Pensões dos Ferroviários, a Previdência Social ganhou dimensão e importância jamais imaginada, até mesmo pelos mais esperançosos cidadãos daquela época. A Previdência Social está inserta na Seguridade Social que ocupa no texto da Carta constitucional um dos principais capítulos do título relativo à Ordem Social, que tem como base o primado do trabalho, e como objetivo o bem-estar e a justiça social, fundamentais para uma sociedade democrática. A Previdência Social foi fundada nos alicerces da solidariedade nacional, para produzir vida e dignidade social; sem ela se rompe a vida e vem a morte. Apesar de todos esses objetivos nobres, a Previdência Social brasileira tem sido vítima, ao longo dos anos, de todos os tipos de ataques perpetrados pelos piratas sociais de plantão, travestidos de arautos da modernidade, que a acusam de ser a causa…

Read More

Fórum contra a Reforma da Previdência cobra posição de deputados do Rio

Representantes do Fórum do Rio de Janeiro em defesa da Previdência Social reuniram-se nos últimos dias com os deputados federais Laura Carneiro (PMDB) e Alexandre Valle (PR), ambos da base aliada do governo, que rechaçaram qualquer possibilidade de votarem favoravelmente ao atual texto da Reforma da Previdência. Os parlamentares reconheceram que o governo Temer tem em torno de 200 votos a favor do projeto e que, dificilmente a reforma deve passar, se o texto atual for mantido. O Fórum reúne cerca de 50 entidades sindicais e associativas de todo o estado do RJ. O companheiro Paulo Lindesay, da ASSIBGE-SN, esteve presente nas reuniões com os dois deputados.

Read More

Governo Temer elegeu o servidor público como vilão da economia. Será que isso é verdade?*

Os números das Despesas Executadas por Grupo de Natureza de Despesas - GND nas Leis Orçamentárias Anuais entre 2002 e 2016, não deixam dúvidas. Em 2002 o gasto nominal do governo com despesas de Pessoal/Encargos representou cerca de R$ 58 bilhões. Isso equivale a 4,85% do PIB nominal de 2002, que foi de R$ 1,199 trilhão. Ao longo dos anos os gastos nominais com Pessoal/Encargos cresceram, isso é verdade. Mas, percentualmente, se mantiveram praticamente estagnados e nos últimos anos vêm caindo, de acordo com dados do Senado Federal/Siafi e Banco Central do Brasil (Anexo I). Já o pagamento do Serviço da Dívida Pública não tem limite. Em 2015 representou 42,43% do ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO, em 2016 aumentou para 43,94% e, em 2017, 50,66%. Nesse período houve um crescimento do pagamento ao SERVIÇO DA DÍVIDA na ordem de 8,23% do Orçamento Geral da União (Anexo II). Reparem que os juros pagos aos credores da Dívida Pública Interna não necessariamente seguem a taxa básica se juros (Selic) praticada do país, com destaque para os últimos três anos (2015, 2016 e 2017). Tudo isso está garantido na Constituição Federal, a partir da aprovação da Emenda Constitucional nº. 95/2016, que limitou o teto das…

Read More

Sobre a Ação dos 28%

Os ibgeanos que estão na Ação dos 28% (Escritório Gomes de Mattos) podem consultar o andamento de seus processos diretamente no Portal da Justiça Federal. Para isso, basta acessar www.jfrj.jus.br, clicar na aba 4 - Consulta Processual e, em seguida, clicar no bloco “Consultar andamento de processo”. Será aberta uma ficha “Consulta processual pública” e você deverá preenche-la com o seu CPF, nome ou número do processo.

Read More

Calendário de mobilização dos servidores federais para fevereiro/2018

Dia 03 a 04/02/2018 – Reunião Ampliada dos Servidores Públicos Federais, em Brasília, no Hotel San Marcos; Dia 05/02/2018 – Ato no aeroporto de Brasília contra a Reforma da Previdência, na chegada dos Parlamentares. Participação dos Movimentos Sociais e Servidores Públicos; Dia 05/02/2018 – No período da manhã, no Senado Federal – Audiência Pública sobre a Reforma da Previdência, chamada pelo Senador Paulo Paim e na Câmara de Deputados, no mesmo período, LEITURA DO RELATÓRIO DA CPI DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Dia 19/02/2018 – Está prevista a votação na Câmara dos Deputados do projeto da Reforma da Previdência. Os trabalhadores (Públicos e Privados) organizarão um grande ato de resistência, em Brasília.

Read More
Back To Top
Pesquisar