skip to Main Content

Diga-me com quem andas…

Novo presidente do BNDES recebeu dinheiro de lobista preso na Lava Jato – Filha de presidente do BNDES é casada com lobista –

O presidente do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), Paulo Rabello de Castro, recebeu dinheiro do empresário Bruno Luz, em 2013. A transação está registrada na declaração de Imposto de Renda de Bruno Luz, preso pela Lava Jato. Foi mencionada em 1 relatório da Receita Federal anexado à ação penal contra o empresário.

Uma filha de Paulo Rabello de Castro é casada com Bruno Luz. Ele está preso preventivamente desde o dia 24 de fevereiro, acusado de lavagem de dinheiro e corrupção. Para o MPF, Bruno e Jorge Luz eram lobistas do PMDB na Petrobras.

O Poder360 falou com Paulo Rabello na 4ª feira (31.mai). Ele foi nomeado presidente do BNDES após Maria Silvia Bastos pedir demissão.

O relatório da Receita indica que Bruno Luz declarou R$ 700 mil em dinheiro no Imposto de Renda de 2014 (ano-base 2013). Afirma também que Bruno Luz quitou uma dívida com Rabello de Castro, embora não especifique o valor. Leia a íntegra do relatório da Receita que menciona (pág. 23) o presidente do BNDES.

Rabello de Castro não negou a possível existência do pagamento, mas disse que provavelmente se tratou de 1 empréstimo à filha, cuja declaração seria feita em conjunto com a de Bruno Luz.

Eis a resposta dele: “Pode ter acontecido que em 1 determinado momento eu emprestei dinheiro para a minha filha comprar 1 carro ou alguma coisa assim. Coisa que qualquer pai faz para uma filha (…). Provavelmente fazia o Imposto de Renda com ele [Bruno]. Aí pode ter aparecido 1 empréstimo que eu fiz e ele ressarciu”.

O novo presidente do BNDES relatou esse episódio ao presidente Michel Temer e aos ministros palacianos. Até agora, o Poder360 não conseguiu captar a reação exata do governo.

“PREVARICAÇÃO GINECOLÓGICA”
Bem humorado, Rabello de Castro confirmou que Bruno Luz é casado com sua filha. E fez uma piada: “É casado. Inclusive a imprensa agora está mandando 1 projeto de lei para o Congresso tipificando o crime de prevaricação ginecológica. Para o caso de seu filho ou sua filha ter casado com alguém que tenha alguma coisa e que responda ao [juiz] Sérgio Moro, ipsu facto, você também está implicado”.

Andre Shalders – Poder 360 (2/6/2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Back To Top
Pesquisar